5 Sinais De Que Seu Treino De Classe É Muito Difícil

Girando viciados em qualquer lugar entrou em um frenesi recentemente, quando SoulCycle, o ciclismo indoor studio que é literalmente tomado o país, foi processado por um piloto para a negligência. Depois de alegadamente a ser ridicularizado por dificuldades durante a aula, o piloto que, em última análise, caiu de sua moto, depois de tentar pegar seu ritmo, e deslocou o tornozelo como seus sapatos ficou presa assim, o movimento dos pedais, as Pessoas relatórios. Pior pesadelo muito?

Enquanto o caso ainda está em andamento, infelizmente, esta cena não é totalmente incomum em estúdios de fitness. Provavelmente você já foi lá mesmo—você anda em um novo hot spot de pensar que você vai dar uma chance, e de repente você se encontra na forma sobre sua cabeça. Então, o que é uma menina a fazer? Preste atenção a este conselho sábio de três dos instrutores de topo na indústria. Eles já viu de tudo (realmente, queremos dizer tudo), e dizemos que estes sinais são o maior ponta-offs que você precisa para escalar para trás.

1. Seus músculos são tremor incontrolável.
Um pouco de agitação pode ser uma coisa boa. Heather Peterson, CorePower Yoga vice-presidente sênior de programação e experiência de sala de aula, diz que ele pode ser um indicador de fadiga muscular que o instrutor está realmente buscando. Mas se você não pode controlar a sua tremor, você pode ter ido um bocadinho longe demais. “Contínua agitação pode colocar as articulações em risco”, diz Peterson. “Se você não pode recuperar o controle no próximo movimento e, em seguida, reduzir a intensidade (ou descer em peso ou indo menos em profundidade no seu movimento), de resto, se você precisar dele, e junte-se novamente quando estiver pronto.”

Se você já lutou durante um suor sesh, você definitivamente reconhecer alguns desses 24 pensamentos que todos nós tivemos na esteira:

​​

Se você está preocupado com o professor chamando-o para fora, bem, não ser. “Se você tem alguns asshat instrutor gritando com você, apenas ignore-la e se concentrar em obter o melhor treino que você pode”, diz Adam Rosante, certificado de força e nutrição treinador e autor de 30 Segundo Corpo. Se ela continua a empurrar e você começar a se sentir desconfortável ou, pior, inseguro—Rosante diz ele realmente é melhor deixar. “Não há necessidade de se fazer um grande show; calmamente recolher suas coisas e tirar. Em seguida, fale com o gerente ou proprietário sobre a sua experiência para a direita, em seguida, ou depois de chegar em casa—é muito mais eficaz de ventilação em mídias sociais ou em um site de revisão.”

2. A sua respiração é irregular.
“Em qualquer classe, mas especialmente no yoga, é imperativo que você preste atenção à sua respiração”, diz Peterson. “Se é mais curto, você está ofegante, ou se você perder a lenta, rítmica cadência, então é hora de desacelerar.” Se você estiver indo através de um fluxo, ela sugere que mandam de volta para a child’s pose. “A vinda para esta pose é um sinal de sabedoria, e a vitória sobre o ego”, diz ela. “Grandes atletas saber uma pausa ou repouso pode dar a você uma nova perspectiva que revitaliza seus esforços e ajuda a reorientar o seu exercício.”

Não em uma aula de yoga? Feche seus olhos por um breve segundo, como você tomar uma grande inspire e expire lentamente. Tirar um momento para bloquear seus outros sentidos não só irá ajudar a obter a sua respiração volta na pista, mas pode acalmar a mente, e os pensamentos de “eu não posso fazer isso” e “eu chupar tão ruim” começam a desaparecer. (Concentrar em sua respiração enquanto a obtenção de um ótimo treino com a Saúde das Mulheres é a Barriga lisa Yoga DVD).

3. A sua frequência cardíaca está fora das cartas.
Numerosos estudos têm mostrado que o monitoramento de sua frequência cardíaca durante um treino é um super-eficiente maneira de treinar (e detonar a quantidade máxima de gordura). O treinamento com um monitor também pode ajudar a garantir que você não está empurrando muito, como você vai querer manter o seu ritmo cardíaco em um eficiente zona activa. (Veja aqui como descobrir suas zonas de ritmo cardíaco.) Não quer investir em um monitor? Sem suor. Butler diz que, se você estiver não é possível seqüência de algumas palavras juntas, ou se você se sentir fraco, então você pode querer reinar-lo de volta. Mas não importa o que, e ouvir o seu corpo. “Não é um one-size-fits-all receita para isso”, diz Rosante. “Você tem que conhecer a si mesmo e o seu limite físico, o que vai demorar um pouco de prática. Então, quanto você está disposto a empurrar esse limite é inteiramente até você.”

4. Você pode não executar corretamente os exercícios.
Há uma coisa que cada um de nossos especialistas disseram: Se um exercício de grupo instrutor não oferece quaisquer modificações a um movimento, então você precisa de um diferente instrutor. “Não há nenhuma maneira que todos os alunos da turma vai ser no mesmo nível de condicionamento físico e ser confortável para executar cada exercício”, diz Amanda Butler, certified personal trainer e instrutor na Fhitting Quarto em Nova Iorque. Mas se eles fornecem opções, e você ainda não é capaz de concluir o prescrito número de repetições com boa forma, Butler sugere a cair em repetições. “Faça o que puder nesse dia, em formulário próprio. De que forma você ainda está em desenvolvimento de força e resistência”, diz ela.

Além disso, ter o conforto de saber que ninguém se importa se você busto de oito repetições, em vez de 12—portanto, não há necessidade de se sentir envergonhado. “Todo mundo está tão preocupado com o seu próprio treino e como elas estão se sentindo, que você vai ser a última coisa em sua mente”, diz Butler. Mas, se você ainda não se sinta confortável na classe, considerar a reserva de uma sessão privada com o treinador. “Ele vai ajudar você a bloquear a boa forma com exercícios, e eles podem dar-lhe modificações para praticar em seu próprio país, até você se sentir mais confortável luta contra a classe.”

Veja como saber se você está ou não de balanço de forma adequada em alguns de pós popular exercícios lá fora:

​​

5. Você está vendo os pontos negros.
Este pode parecer óbvio, mas você ficaria surpreso com quantas pessoas empurrar com sensação de desmaio, tonturas ou seeng pontos negros de dança, na frente de seus olhos. Essa é uma idéia perigosa, porque é um sinal de que não só o seu corpo não está pronto para o nível de intensidade em que você está empurrando-o, mas que o seu açúcar no sangue é provavelmente muito baixo. Butler diz que se isso acontecer, pare imediatamente. Deixe a sala, sentar-se, pegar um copo de água e deixe-o professor ou a recepção de saber o que está acontecendo para que eles possam manter sua segurança uma prioridade. E tudo o que fizer, não se sinta constrangido. “Não há nada de errado com a admitir que você não está pronto para algo ainda—ninguém é um mestre em tudo em um dia”, diz Butler. “Leva tempo para ficar em sintonia com você mesmo, mas se você verifique regularmente com como você está se sentindo, eventualmente, você vai ser capaz de decifrar entre ‘Ah, eu só estou sendo um pouco preguiçoso’ e ‘Não, isso é na verdade, a magoar-me.'”

Samantha LefaveFreelance WriterSamantha Lefave é uma sala de fitness, de saúde, de viagem e de escritor e editor, e ela parece sempre estar a entrar num avião ou pisar em uma academia em busca de sua próxima história.

Leave a Reply